segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Poderosa

Descobri que tenho um poder. Não é coisa de super-herói, não vou sair por aí salvando o mundo; mas é algo bastante espetacular, modétia à parte.

Eu tenho o poder de criar mundos inteiros, repletos de seres, cores, sons, e recheá-los de histórias, dar-lhes vida. Mas isso eu já sabia que podia fazer. O que descobri é ainda melhor.

Posso transformar o mundo ao meu redor. Já disse, não sou nenhuma Mulher-Maravilha; mas posso salvar o mundo em que vivo de todas as coisas que eu considerar terríveis. Não sou dona de um reality show de extreme makeover; mas posso transformar pessoas ‘apagadas’ em protagonistas ilustres; posso escolher os personagens da minha vida e pintá-los como eu bem quiser.

Posso recriar; reinventar; reutilizar tudo aquilo que já existe, sob uma nova luz, um novo olhar. Posso fazer às coisas à minha própria maneira. Sabe como?

Escrevendo.

Um comentário:

Lancelote du Lac disse...

"(...) posso transformar pessoas ‘apagadas’ em protagonistas ilustres; posso escolher os personagens da minha vida e pintá-los como eu bem quiser.

Posso recriar; reinventar; reutilizar tudo aquilo que já existe, sob uma nova luz, um novo olhar. Posso fazer às coisas à minha própria maneira.(...)

Instigante esse poder... mudar a realidade pela própria perspectiva. Criar novas realidades, um escape dessa dimensão!
Tb obrigado pela visita!