quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Rosa com defeito

Às vezes me sinto
como uma rosa com defeito

Com perfume,
mas sem alguém que o sinta

Com belas pétalas,
mas sem alguém que as aprecie

Uma rosa é uma rosa
mas o que é uma rosa no meio de muitas?

Uma rosa com defeito
é uma rosa com defeito

E nisso, pelo menos,
ela se destaca.

2 comentários:

Veja você disse...

Se destaca, mas... todas as rosas não teriam o seu defeito?
carinho ao escolher o defeito que mais agrada. Ele é o mais importante.

Lancelote du Lac disse...

Foi o principezinho rever as rosas:
- Vós não sois absolutamente iguais à minha rosa, vós não sois nada ainda.
Ninguém ainda vos cativou, nem cativastes a ninguém. Sois como era a minha raposa. Era
uma raposa igual a cem mil outras. Mas eu fiz dela um amigo. Ela é agora única no mundo.
E as rosas estavam desapontadas.
- Sois belas, mas vazias, disse ele ainda. Não se pode morrer por vós. Minha rosa,
sem dúvida um transeunte qualquer pensaria que se parece convosco. Ela sozinha é,
porém, mais importante que vós todas, pois foi a ela que eu reguei. Foi a ela que pus sob a
redoma. Foi a ela que abriguei com o pára-vento. Foi dela que eu matei as larvas (exceto
duas ou três por causa das borboletas). Foi a ela que eu escutei queixar-se ou gabar-se, ou
mesmo calar-se algumas vezes. É a minha rosa.
(O Pequeno Príncipe - Antoine De Saint Exupery)